CETIVA AE 30ML

Código: 7740 Marca:
Ops! Esse produto encontra-se indisponível.
Deixe seu e-mail que avisaremos quando chegar.

CETIVA AE

Palmitato de retinol, Ácido ascórbico, Acetato de tocoferol

Solução Oral

Identificação do Produto

Nome Genérico (DCB)

Palmitato de retinol

Ácido ascórbico

Acetato de tocoferol

Formas farmacêuticas e apresentações

Frascos com 30 ml de solução - Lista nº D957

USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Composição

Fórmula por ml (27 gotas aprox.):

Palmitato de retinol (vitamina A) ............................................................. 5000 U.I.

Ácido ascórbico (vitamina C) .................................................................... 65 mg

Acetato de tocoferol (vitamina E) ............................................................. 30 mg

Veículo hidrossolúvel, edulcorado e aromatizado q.s.p. ..................... 1 ml

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

Este medicamento deve ser guardado em lugar onde não receba luz, calor ou umidade. Guardado nessas condições, o medicamento se manterá próprio para consumo pelo prazo de validade indicado na embalagem.

Em alguns casos, os sinais de melhora surgem rapidamente após o início do tratamento; em outros casos, é necessário um tempo maior para obter-se os efeitos benéficos. Seu médico o orientará.

Essa apresentação de CETIVA AE (solução) pode ser utilizada em adultos e crianças.

CETIVA AE pode ser utilizado durante a gravidez e lactação nas doses terapêuticas recomendadas.

A interrupção repentina do tratamento com este medicamento não causa efeitos desagradáveis; apenas cessará o efeito terapêutico. Se durante o tratamento você sentir efeitos desagradáveis, deve informar isso ao médico. Reações adversas não têm sido atribuídas ao uso de CETIVA AE.

INFORMAÇÃO TÉCNICA

CETIVA AE gotas é um preparado a base de palmitato de retinol sintético, associado com acetato de tocoferol e ácido ascórbico. A razão dessa associação surge de comprovações clínica e laboratorial indicadoras de que a especificidade das vitaminas não é tão estrita como se acreditava até há pouco. Sabe-se hoje que alguns transtornos atribuídos à carência de palmitato de retinol são observados também na hipovitaminose C e vice-versa.

A precisa função bioquímica da vitamina E não foi, ainda, conclusivamente estabelecida no ser humano; entretanto, parece atuar como antioxidante do palmitato de retinol, favorecendo seu aproveitamento, o que pode ser aquilatado pelo maior depósito desse último no fígado.

O palmitato de retinol desempenha importantes funções fisiofarmacológicas na visão noturna e na manutenção da integridade dos epitélios. A estrutura e a integridade das células epiteliais dependem de um adequado suprimento de palmitato de retinol, pois em casos de hipovitaminose, a proliferação de novas células tende a substituir o epitélio normal por outro, estratificado e queratinizado.

Além disso, a criança com deficiência de palmitato de retinol apresenta atraso de desenvolvimento e crescimento, apatia, pele seca e escamosa e ainda, alterações da córnea que podem chegar até à ulceração, principalmente nas acometidas por sarampo.

O ácido ascórbico possui importantes funções na formação do colágeno, na formação das cartilagens, da dentina e da matriz óssea, interferindo assim na formação e reparação do osso, das feridas e na manutenção da integridade dos capilares sanguíneos.

Nos casos de hipovitaminose A, é habitual ocorrer um aumento da suscetibilidade às infecções, pela diminuição da resistência dos epitélios e das mucosas, o que se pode corrigir com a administração dessa vitamina.

Destaque-se que o palmitato de retinol empregado é sintético e por isso não possui odor do óleo de peixe característico das formulações antigas, não determinando, portanto, a repulsa e reações alérgicas comuns a essas últimas.

Indicações

Para as condições nas quais deficiências moderadas e severas, especialmente de vitamina A, são suspeitadas, ou naquelas condições onde desordens patológicas tenham reduzido a disponibilidade biológica ou aumentado a necessidade das vitaminas listadas.

Contra-indicações

Não existem.

Precauções

Vitamina A em doses diárias de 20.000 U.I. em crianças e 50.000 U.I. em adultos, utilizadas por período extenso de tempo, pode produzir toxicidade.

Os efeitos adversos em crianças incluem anorexia, retardo de crescimento e aumento de pressão intracraniana; desordens hepáticas, neurológicas, dermatológicas e osteológicas representam as complicações nos adultos.

Uso na gravidez e na amamentação

CETIVA AE pode ser utilizado nestes períodos de acordo com as doses recomendadas.

Interações Medicamentosas

Não existem.

Posologia

Dose média

a) Profilática ou requerimento diário:

1 a 7 gotas por dia, ou a critério médico.

b) Terapêutica das hipovitaminoses:

7 gotas, 2 a 3 vezes ao dia ou a critério médico.

Superdosagem

São necessárias doses maciças de vitamina A para se produzir efeitos tóxicos em seres humanos. A vitamina C e E são virtualmente não tóxicas. A ingestão de grande quantidade de CETIVA AE deve ser tratada com a imediata eliminação do produto não absorvido e medidas de suporte.

Reg. MS nº 1.0553.0019

Resp. Téc.: Farm. Renate Blohm

CRF-SP nº 4176

ABBOTT LABORATÓRIOS DO BRASIL LTDA.

Rua Nova York, 245 - São Paulo - SP

C.G.C. nº 56.998.701/0001-16

Indústria Brasileira

Nº de lote, data de fabricação e validade: vide rótulo e cartucho.

ATENDIMENTO

AO CONSUMIDOR

CAIXA POSTAL Nº 21.130

CEP: 04698-970

Produtos relacionados

Sobre a loja

As melhores ofertas em medicamentos, dermocosméticos, produtos de beleza, vitaminas e muito mais, você encontra na FarmaViver! Confira nossa farmácia online. Farmaviver - Viva o seu bem estar. Av. Santos Dumont, 64 - Jardim Paulista - SJCampos - SP CNPJ: 25.355.906/0001-50 Todas as informações contidas neste site não devem ser usadas para auto medicação. Ao persistirem os sintomas um médico deverá ser consultado. copyright @ 2014 Farmaviver Ltda

Social
Pague com
  • PagHiper
  • Depósito Bancário
  • Pagamento na Entrega
Selos

GDG Drogaria Ltda - CNPJ: 25.355.906/0001-50 © Todos os direitos reservados. 2019